Adquira este widget

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Meus 15 livros de cabeceira




Olá gente, como vocês estão? Espero que estejam todos bem. 

Amoras, geralmente os leitores sempre carregam aquela curiosidade na cabeça de saber quais são os livros de cabeceira do seu autor predileto. Alguns de vocês já me perguntaram o que eu mais gosto de ler e quais são aqueles que me deram lições para a vida.

Bem, eu já li um montão de livros nesse mundão de meu deus, e vou listar para vocês os que mais amo e sugerir também a vocês que os leiam, caso já não tenham feito isso.

Vamos nessa?



1. Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres - Clarice Lispector


Quando li essa coisa linda estava no colegial, foi o livro que me fez eu me apaixonar pela Lispector. Hoje já li toda a sua bibliogrfia

2. As Ondas - Virginia Woolf


As Ondas foi o primeiro da Mrs Woolf que tive em  mãos, e foi um marco para mim. Li-o como se cantasse uma música. Ele é como uma bíblia.

3. A Filosofia Na Alcova - Marquês de Sade


O livro mais despudorado que já tive em mãos. A obscenidade que ele contém, na verdade é o plano de fundo para um delicioso tratado filosófico.

4. As Horas Nuas - Lygia Fagundes Telles


Passei um final de semana lendo esse livro. Meu deus. Foi incrível, nunca mais fui o mesmo depois dele.


5. Folhas de Relva - Walt Whitman


Um livro de poemas que se tornou um grande salmo para mim. Ele faz a gente sentir a alma do poeta. A linguagem é simples, é um dos melhores livros de poesia de todos os tempos.

6. Grande Sertão: Veredas - Guimarães Rosa


Lágrimas? Nem te conto quantas eu derrubei lendo essa estória. É complexa, confesso, mas o final é de uma reviravolta instigante.

7. Do Desejo - Hilda Hilst


As poesias eróticas e de amor mais deliciosas da minha vida. Hilda se tornou uma mestra para mim a partir desse livro.

8. O Lobo da Estepe - Herman Hesse


Desta belezinha subtrai muitos conhecimentos, além de ter aprendido a saber lidar comigo mesmo, tive lições que serão levadas para vida.

9. Por Quem os Sinos Dobram - Ernest Hemingway


Quer chorar, ficar nervoso, sentir ação, e uma leitura pesada, mas lírica. Esse foi o segundo livro desse cara que li, e um dos mais belos.

10. A Redoma de Vidro - Sylvia Plath


Agonizante e autobiográfico, ou quase isso. Esse livro te leva a navegar num mundo de agonias, sentimentos e reflexões sobre a vida, a existência e a morte.

11. O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Bronte


Confesso que o interesse em ler esse livro após ter terminado a leitura de Crepúsculo. Ele é citado em quase todo o livro. Ele se tornou uma grande paixão minha.

12. O Abismo de Rosas - Dalton Trevisan


Erótico e engraçado. São marcas registradas do Dalton Trevisan, mas não se enganem, ele vai te fazer refletir sobre muita coisa. Amo de paixão. Dá para rir horrores.

13. Lira dos 20 anos - Alvarez de Azevedo


Sabe aquela frase: A sofrência aqui é garantida? Pois é. Esse foi o primeiro livro de poemas que li e também o que mais me inspirou durante anos.

14. Histórias Extraordinárias - Edgar Allan Poe


Quem manja do terror psicológico é ele, e bota para quebrar. 


15. Os Sonhos Morrem Primeiro - Harold Robbins


O meu primeiro bestseller lido, e pasmem, trata de uma indústria de filmes pornôs. Amo de paixão. 



E então meus amores, gostaram da minha listinha? Pois deixem nos comentários o que acharam. E ah, façam as suas listinhas e apresentem para mim também.


GRANDE BEIJO, 
ATÉ MAIS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário